Motorista da Uber é estuprada e morta no Rio; passageiro é principal suspeito

Uma motorista do Uber foi estuprada e morta na madrugada desta terça-feira (8), na rodovia Washington Luiz, que faz a ligação entre a capital fluminense e a Região Serrana do Rio de Janeiro.

Kátia Valéria Nunes Bastos, de 47 anos, estava fazendo a corrida para Edvaldo Feliz Duarte dos Santos, quando foi atacada.

Policiais encontraram o carro da vítima caído às margens da rodovia e flagraram o suspeito tentando deixar o local do crime.

Apesar de Edvaldo afirmar que houve consentimento da vítima, o delegado Daniel Rosa disse que a perícia já encontrou indícios de violência sexual.

A polícia trabalha com a hipótese de que Edvaldo tenha perdido o controle do veículo ao tentar se livrar do corpo de Kátia.

Edvaldo Feliz Duarte dos Santos já tem passagem pela polícia, pela Lei Maria da Penha, por ter agredido e xingado sua ex-companheira no ano passado. A Polícia do Rio de Janeiro vai pedir a prisão preventiva do homem.

 

SAIU NO SITE METRO JORNAL

Veja a notícia original aqui 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *